• Home
  • Química
  • Astronomia
  • Energia
  • Natureza
  • Biologia
  • Física
  • Eletrônicos
  •  science >> Ciência >  >> Natureza
    Aquecimento global, chuvas extremas ameaçam os recifes de coral do Havaí

    Neste 23 de novembro, 2003, foto fornecida por Ku'ulei Rodgers, A água da enchente lamacenta flui sobre um recife de coral próximo à costa, na ilha havaiana de Lanai, após uma forte tempestade. Inundações em março de 2021, no Havaí causou danos generalizados e óbvios. Mas eventos extremos de chuva regional que se prevê que se tornem mais comuns com o aquecimento global não só causam estragos na terra, o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também está ameaçando os recifes de coral do Havaí. (Ku'ulei Rodgers / Universidade do Havaí via AP)

    Enquanto a água da chuva lamacenta subia das montanhas íngremes à beira-mar do Havaí e inundava comunidades residenciais no mês passado, os danos causados ​​pelas enchentes foram óbvios - casas foram destruídas e empresas inundadas, deslizamentos de terra cobriram rodovias e rios e riachos turbulentos ficaram entupidos de escombros.

    Mas os eventos extremos de chuva previstos para se tornarem mais comuns com o aquecimento global causado pelo homem não só causam estragos na terra - o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também ameaça os recifes de coral do Havaí.

    "Esses grandes eventos são os que causam os maiores danos, porque são os que colocam mais sedimentos e nutrientes no recife, "disse C. Mark Eakin, consultor sênior de corais da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional e ex-diretor do programa Coral Reef Watch da agência.

    Um clima mais quente tende a amplificar os padrões meteorológicos existentes, disse o climatologista do estado do Havaí, Pao-Shin Chu, observando que as ilhas têm um clima úmido geral e que tempestades poderosas devem se tornar mais frequentes.

    "Dada essa mudança climática ou aquecimento global, como vimos nos últimos cem anos, a pressão do vapor de água atmosférico está aumentando, "disse Chu." Temos algumas evidências mostrando que já temos algum aumento, chuva muito intensa. "

    Os recifes de coral constituem grande parte do ecossistema oceânico próximo à costa do Havaí e são essenciais para a economia do estado.

    Nesta imagem de satélite de 2020 fornecida pelo Centro para Descoberta Global e Ciência da Conservação da Universidade do Estado do Arizona, Allen Coral Atlas, o escoamento da ilha de Molokai, no Havaí, deságua no oceano. As recentes inundações no Havaí causaram danos generalizados e óbvios. Mas eventos extremos de chuva regional que se prevê que se tornem mais comuns com o aquecimento global não só causam estragos na terra, o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também está ameaçando os recifes de coral do Havaí. (Centro de Ciência da Conservação e Descoberta Global da Arizona State University, Allen Coral Atlas via AP)

    Os recifes do Havaí protegem as costas povoadas de grandes ondas do oceano e tempestades de tempestades tropicais - um benefício que o U.S. Geological Survey avalia em mais de US $ 860 milhões por ano.

    Adicionando turismo, pescaria, valor cultural e outros fatores, os recifes do estado valem mais de US $ 33 bilhões, de acordo com um estudo financiado pela NOAA.

    As enchentes de março foram causadas por um sistema climático que paralisou as ilhas e trouxe duas semanas de chuva, muito extremamente pesado.

    Na costa norte de Oahu, "uma onda de inundação muito grande" desceu das montanhas e inundou a cidade de Haleiwa, disse o hidrólogo do Serviço Meteorológico Nacional Kevin Kodama.

    "É um grande desafio no Havaí, onde temos pequenos, vertentes íngremes, "Kodama disse." A maioria das bacias do estado produzirá inundações repentinas. "

    O mês passado teve 11 eventos de enchentes repentinas e foi o março mais chuvoso em 15 anos, ele disse.

    Nesta foto aérea de 2020 fornecida pelo Observatório Aerotransportado Global da Universidade do Estado do Arizona, o escoamento da ilha de Molokai, no Havaí, deságua no oceano. As recentes inundações no Havaí causaram danos generalizados e óbvios. Mas eventos extremos de chuva regional que se prevê que se tornem mais comuns com o aquecimento global não só causam estragos na terra, o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também está ameaçando os recifes de coral do Havaí. (Observatório Global Aerotransportado, Arizona State University via AP)

    O problema do escoamento é multifacetado. O desmatamento e a classificação em canteiros de obras e fazendas aumentam o escoamento. Animais ferozes, como cabras, porcos e veados limpam a vegetação, causando erosão e sedimentação excessiva nos recifes. E constante, o escoamento de baixo nível carrega gasolina e óleo das estradas, produtos químicos domésticos, lixo e pesticidas no oceano.

    Qualquer mudança significativa nas condições do oceano, como um influxo de água doce sozinho, pode prejudicar a saúde dos corais. Os contaminantes e o solo da terra se acumulam nos recifes e podem sufocar e matar o coral. Os cientistas dizem que a suspensão de material na água também pode bloquear a luz solar que os corais precisam para sobreviver.

    Um dos maiores problemas dos recifes do Havaí são os esgotos. Existem cerca de 88, 000 fossas em todas as ilhas, muitos em áreas costeiras.

    "As fossas são essencialmente um buraco no solo onde não há tratamento antes de as águas residuais entrarem no meio ambiente, "disse Jamison Gove, um oceanógrafo pesquisador da NOAA que mora na costa norte de Oahu.

    Nesta foto aérea de 2020 fornecida pelo Observatório Aerotransportado Global da Universidade do Estado do Arizona, o escoamento da ilha de Molokai, no Havaí, deságua no oceano. As recentes inundações no Havaí causaram danos generalizados e óbvios. Mas eventos extremos de chuva regional que se prevê que se tornem mais comuns com o aquecimento global não só causam estragos na terra, o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também está ameaçando os recifes de coral do Havaí. (Observatório Global Aerotransportado, Arizona State University via AP)

    As fossas vazam para as águas subterrâneas - e com fortes chuvas, eles transbordam e enviam patógenos e outros contaminantes prejudiciais para o oceano.

    Na cidade de Pupukea, onde surfistas profissionais competem no famoso recife Banzai Pipeline, mais de 330 milhões de galões (1,25 bilhão de litros) de águas residuais entram no oceano a cada ano - o suficiente para encher centenas de piscinas olímpicas.

    No North Shore durante a inundação recente, "marrom, a água poluída cobriu toda a cidade, "Gove disse." Você podia sentir o cheiro em todo lugar.

    Mais da metade das fossas do estado estão na Ilha Grande, lar de alguns dos recifes de coral mais extensos e intocados do estado. E Gove disse que algumas áreas mostraram uma diminuição clara na cobertura de coral onde o esgoto rotineiramente entra no oceano.

    Um recife na cidade de Puako, um local amplamente monitorado, teve perdas significativas, ele disse. A cobertura de coral lá diminuiu cerca de 70% desde 1975.

    Neste 12 de setembro, 2019, foto do arquivo, ouriços-do-mar e peixes são vistos em um recife de coral na Baía de Kahala'u em Kailua-Kona, Havaí. As inundações de março de 2021 no Havaí causaram danos generalizados e evidentes. Mas eventos extremos de chuva regional que se prevê que se tornem mais comuns com o aquecimento global não só causam estragos na terra, o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também está ameaçando os recifes de coral do Havaí. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    "Este é provavelmente um dos exemplos mais dramáticos, já que a cobertura de coral não é tão alta em muitos lugares, "disse ele." Mas como não temos esse tipo de dados em todos os lugares, não podemos dizer com certeza que esta não é uma história mais comum. "

    A NOAA está fornecendo dados sobre o problema ao estado, e os esforços para remover fossas e mudar a infraestrutura para reduzir e distribuir as águas das enchentes poderiam ajudar os recifes do Havaí.

    O estado proibiu fossas em novas construções e está tentando remover as existentes até 2050.

    Embora os recifes de coral em todo o mundo enfrentem ameaças do aquecimento global, incluindo ondas de calor marinhas que branqueiam e matam os corais, o escoamento da tempestade pode ser uma ameaça mais séria e imediata aos recifes do Havaí.

    "No Havaí, Eu classificaria o escoamento como muito mais alto do que as ondas de calor marinhas no declínio dos corais, "disse Greg Asner, diretor do Centro para Descoberta Global e Ciência da Conservação da Universidade Estadual do Arizona.

    Neste 9 de março, 2021, foto, uma casa em Haleiwa, Havaí, é cercada por enchentes após chuvas fortes. As recentes inundações no Havaí causaram danos generalizados e óbvios. Mas eventos extremos de chuva regional que se prevê que se tornem mais comuns com o aquecimento global não só causam estragos na terra, o escoamento dessas tempestades cada vez mais severas também está ameaçando os recifes de coral do Havaí. (Jamm Aquino / Honolulu Star-Advertiser via AP)

    Em 2019, Asner e sua equipe usaram tecnologia de imagem em aeronaves juntamente com dados de satélite para criar novos mapas detalhados de todos os corais vivos nas ilhas havaianas. Os dados, agora sendo usado por cientistas federais e estaduais, mostra uma correlação entre os poluentes terrestres do escoamento e a saúde dos corais.

    "Mais impactos do escoamento nos recifes, mostly by mobilizing more chemicals and sediment on land, " Asner said. "Increased chemical pollution and sedimentation is a major driver of coral decline."

    March's floods were not the first of their kind.

    A 2018 rainstorm on Kauai caused widespread flooding that cut off a community for weeks. The storm set a new U.S. record for rainfall in a single day with nearly 50 inches (127 centimeters).

    Ku'ulei Rodgers, a coral reef ecologist at the University of Hawaii's Institute of Marine Biology, studied that 2018 flood as well as a 2002 flood in the same area. The 2002 rains swept earth from a construction site into the sea and "killed almost an entire reef, " Rodgers said.

    • In this Sept. 28, 2015, file photo, living coral is shown under a microscope at the University of Hawaii's Institute of Marine Biology in Kaneohe, Havaí. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • This Sept. 12, 2019, file photo shows bleaching coral in Kahala'u Bay in Kailua-Kona, Havaí. Recent flooding in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • Neste dia 15 de agosto, 2015, file photo, people stand along an area of coral reef near Molokii Island in Hawaii's Kaneohe Bay. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • Nesta quinta-feira, Sept. 13, 2018, file photo, rainwater rushes through a spillway in Honolulu after heavy rains from a tropical storm. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • In this Nov. 23, 2003, photo provided by Ku'ulei Rodgers, sediment covers coral off of the Hawaiian Island of Lanai after a heavy rainstorm. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (Ku'ulei Rodgers/University of Hawaii via AP)

    • In this Sept. 12, 2019, file photo, fish swim near coral in Kahala'u Bay in Kailua-Kona, Havaí. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • In this Nov. 23, 2003, photo provided by Ku'ulei Rodgers, sediment covers coral off the Hawaiian Island of Lanai after a heavy rainstorm. Recent flooding in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (Ku'ulei Rodgers/University of Hawaii via AP)

    • In this Oct. 26, 2015, file photo, fish swim over coral reef in Hawaii's Kaneohe Bay off the island of Oahu. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • In this Sept. 16, 2019, file photo, National Oceanic and Atmospheric Administration research oceanographer Jamison Gove talks about coral at the NOAA regional office in Honolulu. Extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. Gove said some areas have shown a clear decrease in coral cover where runoff routinely enters the ocean. (AP Photo / Caleb Jones, Arquivo)

    • In this Sept. 13, 2019, file photo, Greg Asner, deixou, director of the Center for Global Discovery and Conservation Science at Arizona State University, prepares to dive on a coral reef off the Big Island near Captain Cook, Havaí. Flooding in March 2021 in Hawaii caused widespread and obvious damage, and the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. Although coral reefs worldwide face threats from global warming, including marine heatwaves that bleach and kill coral, storm runoff could prove a more serious and immediate threat to reefs in the state. "In Hawaii, I would rate runoff much higher than marine heatwaves in driving coral decline, " said Asner. (AP Photo/Caleb Jones, Arquivo)

    • In this March 8, 2021, file photo, floodwaters sweep over Maui's Hana Highway in Haiku, Havaí, after heavy rains caused a dam to overflow and nearby residents in the community were evacuated. Recent flooding in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. (Kehaulani Cerizo/The Maui News via AP, Arquivo)

    • In this March 9, 2021, foto, people look at flooding near a gas station in Haleiwa, Hawaii after heavy rains. Recent flooding in Hawaii caused widespread and obvious damage. But extreme regional rain events that are predicted to become more common with global warming do not only wreak havoc on land, the runoff from these increasingly severe storms is also threatening Hawaii's coral reefs. The runoff problem is multifaceted—constant, low-level runoff carries gasoline and oil from roadways, household chemicals, trash and pesticides into the ocean. (Jamm Aquino / Honolulu Star-Advertiser via AP)

    After the 2018 flood, a review found fish abundance on a nearby reef had been reduced by 20% and urchins, which help clean reefs and keep coral healthy, were reduced by 40%.

    When making policy decisions about how to safeguard reefs, Rodgers said, it's important to understand that land and oceans are intertwined.

    "(Native) Hawaiians knew there was a connection between the two because whatever they did upland would affect their fishing downstream, " she said. "The better the watershed, the better the reef and vice versa."

    © 2021 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmissão, reescrito ou redistribuído sem permissão.




    © Ciência http://pt.scienceaq.com